O que são vagas de livre concorrência?

Tempo de leitura: 6 minutos

Todo mundo que já fez uma prova na vida, como um vestibular ou concurso público já teve que se informar sobre as cotas e as vagas de livre concorrência. As cotas são as que reservam algumas vagas para quem estudou em escolas públicas, é negro, pardo, indígena, estudante de escola pública etc.

Já as vagas de livre concorrência, são aquelas destinadas às pessoas que não apresentam nenhum tipo de deficiência ou necessidades especiais. Mas afinal, o que isso quer dizer?

Hoje nosso foco é falar diretamente com você, que está se preparando para prestar concursos públicos ou algum específico, mas está na dúvida se isso vale a pena, devido ao número de vagas de livre concorrência. Esse é um assunto que preocupa todos os candidatos.

É fato que o setor público é uma ótima opção para quem deseja ganhar um bom salário e fugir da instabilidade que a crise financeira trouxe para o mercado do setor privado no Brasil. Muita gente desempregada e sem perspectiva de repente virou candidata de concurso para driblar esse cenário.

É por isso que cada vez mais pessoas vem estudando e fazendo pesquisas sobre as vagas disponíveis, média salarial dos cargos, entre outros aspectos importantes.

No entanto, você precisa levar em conta a categoria na qual se encaixa para poder concorrer a uma vaga. Vamos falar um pouco sobre vagas de livre concorrência?

Quer aprender como saber se vale a pena fazer a prova do concurso ou não? Então confira nossas dicas a seguir!

O que é livre concorrência?

Antes de qualquer coisa, vamos ao conceito desse termo. Também podendo ser chamada de ampla concorrência, é a categoria na qual se encaixam candidatos que não tem nenhuma necessidade especial ou não se adequam aos requisitos necessários para solicitar as cotas.

Quando falamos em necessidades especiais, nos referimos à deficiência e se engana quem pensa que falamos apenas de deficiência física ou mental. Falamos de deficiência monetária também, que é chama de carência nesses casos, e precisa ser comprovada quando um candidato a declara.

Em relação ás cotas, dissemos anteriormente que se encaixam nelas os negros, indígenas, estudantes de escolas públicas etc.

Em resumo, se você ainda não compreendeu, um candidato da livre concorrência é aquele que não tem necessidades especiais.

Por que repensar se devo prestar o concurso?

Essa dúvida permanece para quem é candidato da livre concorrência, porque normalmente quem tem necessidades especiais também pode concorrer por meio delas. Pessoas de etnias diferentes, carentes etc. têm muito mais chances de conseguir, e, portanto, passam à frente de quem não conta com nenhum privilégio.

Isso porque, normalmente, a pessoa que concorre por uma vaga na categoria de cotas, geralmente está na disputa pela ampla concorrência também, e é aí que você sai perdendo mais uma vez.

Leia sobre o assunto

Você pode pesquisar em sites de busca por livre ou ampla concorrência e entender um pouco mais sobre esse assunto. O termo, embora já difundido, ainda pode deixar algumas dúvidas entre os concurseiros e isso pode te atrapalhar no momento de fazer a inscrição.

Faça pesquisas e leia muito bem o edital do concurso, pois normalmente ali estão explicadas todas as categorias nas quais os candidatos podem se encaixar ou não.

Não declare o que não pode comprovar

Muitas pessoas, às vezes, caem na tentação e se declaram negros ou pardos na hora de se inscrever para um concurso. Afinal de contas, não é preciso comprovar isso no momento de fazer a inscrição, mas depois a situação muda.

Já pensou se você é aprovado no concurso com ajuda das cotas e não pode assumir a vaga porque não tem como comprovar o que declarou? Por isso, ainda que as vagas de livre concorrência sejam disputadas também por cotistas, não use informações falsas.

Quero tentar mesmo assim

Se você, mesmo sabendo que pessoas com necessidades especiais têm mais chances que você, ainda quer prestar o concurso, então tudo bem. Suas chances diminuem um pouco, mas não quer dizer que são severamente afetadas.

No entanto, lembre-se de que nem sempre é possível candidatos concorrerem nas duas categorias, ou seja, cotas e livre concorrência. Nesse caso não precisamos nem dizer que vale muito a pena você tentar.

Estude muito

Se você quer mesmo passar em um concurso, a verdade é que cotas ou livre concorrência não devem ser algo para te atrapalhar ou desviar do caminho. Nossa principal dica é que você trace um plano de estudos e se esforce.

Se possível, conte com a ajuda de um cursinho preparatório especializado no concurso que você deseja prestar, peça orientação dos professores, estude todos os dias com dedicação.

Vale pedir a opinião dos seus professores em relação às vagas de livre concorrência, mas não deixe que isso seja um empecilho.

Aplicativos de estudo

Graças ao advento da internet já existem milhares de ferramentas disponíveis para quem quer estudar e passar em um concurso público. Os aplicativos são um exemplo perfeito disso.

Alguns contam com exercícios, planos de estudo e até alarmes para lembrar o indivíduo de que está na hora de estudar. Ajuda é o que não falta!

Cotistas

Se você é uma pessoa que pode usar as cotas a seu favor, então aproveite. Embora haja mais vagas de livre concorrência, se você conseguir uma boa nota e estudou em escolas públicas, é declarado negro, pardo, indígena ou tem alguma deficiência, pode usar esse recurso a seu favor sem nenhuma dúvida.

Notícias

Procure em sites de busca notícias sobre livre concorrência e cotas, para te ajudar não só a entender o que são cada uma dessas categorias, mas também em qual delas você se adequa. Muitas pessoas não utilizam cotas por não saberem que são autorizadas.

Bom, agora você já sabe o que são vagas de livre ou ampla concorrência. Esperamos ter conseguido te ajudar a descobrir se, em seu caso, vale a pena ou não prestar um concurso. De qualquer maneira, manter-se informado sobre esse assunto é sempre a melhor opção para saber como lidar com ele.

O que são vagas de livre concorrência?
Avalie esta postagem

Sobre Concurseiro Paulista

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval.Sou um dos responsáveis pelo site Concurseiro Paulista que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.