Fundação Getúlio Vargas

Tempo de leitura: 6 minutos

Quando se fala em Fundação Getúlio Vargas, ou simplesmente FGV, é comum pensar em banca organizadora de concursos públicos e uma instituição de ensino. E esse pensamento não está incorreto não. 

Acontece que a Fundação Getúlio Vargas é muito mais que isso. Ela possui uma área educacional de ‘tirar o chapéu’ com programas de: 

  • Graduação 
  • Graduação Tecnológica 
  • MBA  
  • Pós-Graduação 
  • Mestrado 
  • Doutorado 
  • Cursos de Extensão 
  • In Company 
  • Cursos Online 

Quando o assunto é vestibular a Fundação Getúlio Vargas possui os seguintes tópicos: 

  • Vestibular FGV 
  • Preparatório ENEM Digital 
  • Alumni FGV 
  • Certificação de Qualidade 

E ainda tem as escolas: 

  • CPDOC – Escola de Ciências Sociais 
  • Direto SP – Escola de Direito de São Paulo 
  • EBAPE – Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas 
  • EMAp – Escola de Matemática Aplicada 
  • Direito Rio – Escola de Direito do Rio de Janeiro 
  • EAESP – Escola de Administração de Empresas de São Paulo 
  • EESP – Escola de Economia de São Paulo 
  • EPGE – Escola Brasileira de Economia e Finanças 

O grupo FGV (Fundação Getúlio Vargas) conta com uma área direcionada a pesquisas, que além da pesquisa em si, ainda engloba teses e publicações, cujos conhecimentos são gerados por professores, por pesquisadores e pelos alunos da FGV. O acervo digital da Fundação Getúlio Vargas é muito rico e vale a leitura. 

A FGV também conta publicações de periódicos e revistas acadêmicas, separadas por área e tema: 

  • Desenvolvimento Econômico e Social 

Onde você encontra análise sobre os aspectos relacionados à qualidade de vida, da educação, da saúde, da infraestrutura e mudanças da estrutura socioeconômica, divididas ainda em: 

– Agronegócio; 

– Construção; 

– Ensino e aprendizagem; 

– Gestão da Saúde; 

– Política e Conjuntura Econômica; 

– Políticas Estruturais para o Crescimento; 

– Sustentabilidade e Meio Ambiente; e 

– Turismo. 

  • Cultura e Sociedade 

Onde você encontra pesquisas sobre as expressões e práticas culturais que abordem os contextos sociais a respeito de seu surgimento, afirmação e desenvolvimento. Os assuntos são relacionados à Política, História e Bens Culturais. 

  • Competitividade Empresarial 

Nesse tópico a Fundação Getúlio Vargas faz uma abordagem sobre as iniciativas que visam potencializar os resultados nas mais variadas áreas de atuação empresarial. 

A divisão é feita em dois segmentos: 

– Estratégia, Gestão e Cadeia de Suprimentos; e 

– Investimento e Financiamento. 

  • Estado, Governo e Políticas Públicas Eficientes 

Aqui você pode observar estudos sobre a eficiência do Estado e também nas diferentes esferas governamentais no desenvolvimento de políticas públicas. Também há uma subdivisão nesse tópico: 

– Economia e Finanças, Administração e Políticas Públicas; 

– Políticas e Administração Pública; e 

– Instituições Políticas Nacionais e Subnacionais. 

  • Estado Democrático de Direito 

São pesquisas que avaliam as garantias ao respeito das liberdades civis, o respeito pelos direito humanos e pelas garantias fundamentais. Esse tópico é dividido em cinco categorias: 

– Confiança nas Instituições; 

– Direito Público; 

– Internacionalização do Direito; 

– Pesquisa jurídica Aplicada; e 

– Estado Democrático de Direito. 

 

Ainda em relação a esse assunto de Pesquisa, existe uma separação na Fundação Getúlio Vargas entre escolas e unidades que mantém tudo muito bem organizado: 

  • Administração 

– EAESP – Escola de Administração de Empresas de São Paulo 

– EBAPE – Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas 

  • Energia 

– FGV Energia – Centro de Estudos de Energia 

  • Regulação 

– CERI – Centro de Estudos de Regulação e Infraestrutura 

  • Ciências Sociais 

– CPDOC – Escola de Ciências Sociais 

  • Matemática 

– EMAp – Escola de Matemática Aplicada 

  • Direito 

– Direito Rio – Escola de Direito do Rio de Janeiro 

– Direito SP – Escola de Direito de São Paulo 

  • Políticas Públicas 

– FGV Projetos – Concursos e Projetos 

– DAPP – Diretoria de Análise de Políticas Públicas 

  • Economia 

– EESP – Escola de Economia de São Paulo 

– EPGE – Escola Brasileira de Economia e Finanças 

– IBRE – Instituto Brasileiro de Economia 

  • Políticas Sociais 

– FGV Social – Centro de Políticas Sociais 

 

Um pouco de História 

Foi no final de 1.944, mais precisamente no dia 20 de dezembro, que a Fundação Getúlio Vargas surgiu. A princípio, o seu principal objetivo era o de preparar pessoal qualificado para a administração pública e também a privada de todo o território nacional. 

Na época do surgimento da Fundação Getúlio Vargas, o Brasil já se encaminhava rumo a um crescimento, e antevendo tal situação, a FGV decidiu expandir o seu foco. Ao invés de se dedicar somente à área administrativa, passou também a dar ênfase nas áreas de ciências sociais e econômicas. 

Seguindo essa mesma linha de pensamento a Fundação Getúlio Vargas rompeu barreiras e rumou em direção às áreas de pesquisa e informação. 

Hoje, a Fundação Getúlio Vargas é reconhecida pela qualidade e pela excelência, inclusive sendo sinônimo e referencia no meio educacional. 

 

Alguns feitos da FGV 

Outra mostra de que a Fundação Getúlio Vargas é ousada e pioneira, é que foi a FGV que inaugurou a graduação e a pós-graduação stricto sensu em Administração Pública e Privada, assim como a pós-graduação em economia, em psicologia, em ciências contábeis e em educação. 

Além disso, a Fundação Getúlio Vargas lançou as bases para a economia bem fundamentada, tomando como princípio a elaboração do balanço do pagamento, das contas nacionais e dos índices econômicos. 

Tais iniciativas contribuem para que o profissional busque a sua formação, e até mesmo que o cidadão mais comum possa entender melhor o desempenho econômico e social do Brasil. 

 

A FGV como banca organizadora de concursos públicos 

Os concurseiros mais experientes costumam estudar o perfil das bancas antes dos certames. E isso é um ponto positivo, que pode ser um diferencial em relação aos concorrentes. 

Cada banca tende a seguir um padrão, cobrando conteúdos e organizando as questões de modos muito semelhantes. Procuram priorizar mais um tema do que outro. 

Quando a banca é a Fundação Getúlio Vargas, muitos se preocupam um pouco mais, pois a FGV é considerada uma das bancas mais difíceis do mercado. 

Fundação Getúlio Vargas também é uma das bancas mais imprevisíveis quando se trata de concursos para cargos mais conceituados. Não que ela ‘amoleça’ para certames menores, mas, o grau de cobrança é maior. 

Uma dica para os concurseiros de concursos organizados pela Fundação Getúlio Vargas é procurar estudar todo o conteúdo existente no edital de forma igual, pois ela costuma variar bastante suas questões. 

Fundação Getúlio Vargas
Avalie esta postagem

Sobre Concurseiro Paulista

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval.Sou um dos responsáveis pelo site Concurseiro Paulista que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *