Foi aprovado em outro estado? Veja um guia para se instalar na nova cidade

Tempo de leitura: 18 minutos

Muitas são as pessoas que desejam a aprovação em concurso público. Isso porque durante um relativamente longo período de preparação se dedicaram aos estudos e as práticas que às levaram a tão sonhada nomeação. E agora que tudo está bem encaminhado, que finalmente conseguiu realizar o sonho, nada pode comprometê-lo, certo?

A ideia de que ingressará no serviço público de qualquer forma e que absolutamente nada, sob hipótese alguma, pode fazer com que desista do tão almejado cargo, pode acabar balançando quando as pessoas descobrem a aprovação em outro estado. Em contrapartida, esse talvez seja o primeiro passo para uma vida com responsabilidade e autonomia.

A mudança, por si só, é algo muito delicado, envolve uma série de fatores importantes e influentes na vida das pessoas. Elas precisam se sentir bem com essa decisão, precisam fazer com que as suas consequências sejam menos sentidas. E para que isso aconteça, é preciso estar atento a alguns elementos básicos.

As pessoas demoram um período considerável para se estabelecer em um determinado lugar, é preciso vivência para conquistar o próprio espaço, conhecer as pessoas da cidade (o quitandeiro, a moça que trabalha como caixa no supermercado, o cabeleireiro, etc.). E, sobretudo, conseguir fazer grandes amizades.

Quando passamos tanto tempo morando em uma cidade, nos acostumamos com todo o seu ambiente, com os bairros, as ruas, os atalhos, parecemos conhecer o lugar inteiro, de ponta a ponta. Acostumamos-nos com o seu ritmo, com os costumes de seus moradores, com o trabalho, entre outros elementos.

Mas, quando uma novidade (como a aprovação) nos surpreende e escolhemos por ir atrás de nossos sonhos, de nos assentar em uma nova cidade, inúmeros questionamentos sobre a facilidade de adaptação na nova cidade começa a passar pelas nossas cabeças.

Existe uma série de perguntas que passam pela mente das pessoas que vão sair da cidade que tanto lhe ensinou, onde cresceu. Será que vou conseguir me adaptar bem ao ambiente? Será que vou gostar? Tenho tantos amigos aqui, e se eu me sentir muito sozinho por lá? No fim tudo vai se mostrar um erro?

Essas inconsistências quanto a dificuldade de adaptação ou insegurança de estabilidade na nova cidade são comuns. E para tentar amenizar esse problema e ajudar você a atravessar esse momento profissional e pessoal importante em sua vida, preparamos um guia essencial para conseguir se instalar em uma nova cidade.

Até mesmo porque a mudança de cidade não somente significa trocar de endereço, vai muito além disso. Mudar de cidade implica em mudanças de orçamento, trabalho, relações interpessoais, costumes, etc.

Conhecer a cidade nova

O primeiro passo a se dar em um momento de mudança é conhecer o lugar para onde está indo. É preciso que esteja confortável com a escolha feita, mesmo que isso signifique dificuldades iniciais ou a adaptação não tão simples, você deve estar plenamente decidido sobre a mudança. Como um todo, o processo deve ser visto como algo promissor e positivo.

E não é uma tarefa muito complicada conhecer uma nova cidade. Com os recursos que os avanços da tecnologia oferecem, as pessoas podem ter ideia do lugar para onde estão indo.

Podem procurar pelo site oficial da prefeitura da cidade, onde estão informações importantes sobre as características geográficas e demográficas da cidade, o clima preponderante no lugar, a qualidade de vida que ele oferece em questões como segurança, transporte e saúde, o que move a economia do local, se há pontos turísticos, entre outras.

Quando temos informações mais precisas sobre a localização da instituição onde irá trabalhar ou o bairro que pretende morar, é possível, inclusive, prever ou fazer uma simulação da maneira como irá se locomover dentro da cidade. Quais são os comércios perto dos locais, quais facilidades a região oferece.

Busque na internet pelos lugares que costuma frequentar. Bares, baladas, pubs, praças, shoppings, aqueles lugares que estão repletos de pessoas da sua idade, lugares que farão com que se sinta menos deslocado. E, claro, nesse aspecto, você pode procurar por locais que tenham o seu perfil, bares de rock, baladas eletrônicas, restaurantes étnicos, etc.

Ter a percepção de que vida cultural pode se levar na cidade é importante para qualquer pessoa. A realização pessoal, a facilidade de encontrar diversão, de se relacionar com outras pessoas e se sentir sozinho ou não, pode influenciar positivamente ou negativamente no seu dia a dia, inclusive, comprometer ou melhorar o seu desempenho no trabalho.

Conheça bem o lugar, até mesmo, levando em consideração a capacidade de fazer novos amigos, de encontrar pessoas que tenham os mesmo interesses que você.

Passe os olhos sobre um jornal municipal ou regional que escreva sobre a cidade. Leia as principais manchetes que dizem respeito a seu convívio. Os veículos de informação são uma ótima forma de obter uma melhor percepção do local. De compreender se é realmente uma cidade que oferece qualidade de vida ou não.

Mesmo que todas essas coisas possam ser feitas pela internet, se houver a possibilidade vá até a cidade. Estar em contato com o lugar, com os seus ares, com os seus moradores é uma experiência diferente e mais completa. Ajuda as pessoas a terem uma visão mais ampla da cidade, podendo perceber logo de cara se há conexão com o seu ambiente.

Da casa para o trabalho

É importante que tenha em mente a mudança, que planeje todos os seus passos. O essencial é que comece a se instalar na cidade com, pelo menos, uma semana de antecedência em relação ao inicio de sua vida profissional. Isso te dará tempo para fazer todo o processo de maneira calma, sem dores de cabeça, sem problemas futuros. É preciso se organizar.

Isso possibilita que você consiga colocar todas as coisas em ordem dentro da casa, esvaziar as caixas, descobrir os melhores cantos para deixar os seus objetos e móveis, essas coisas que são comuns em todas as mudanças. O tempo que compreende o esvaziamento da caixa e organização dos artigos costuma ser uma enorme correria.

Você também pode usar essa semana de antecedência de instalação no lugar para fazer o caminho do trabalho para casa, de casa para o trabalho, e ter real noção do trajeto, conhecer melhor a rota, as ruas alternativas, melhores opções, etc. é uma espécie de treinamento para não só enfrentar a rotina da cidade, mas conhecê-la melhor.

O essencial é que esse processo seja feito em horário comercial e nos dias úteis, para que você consiga ter uma melhor noção de como é a movimentação na cidade nesses momentos, se há trânsito carregado ou não, se haverá dificuldades em seu cotidiano para chegar até o ente público.

Testar o trajeto até o trabalho te mostrará com quanto tempo deve sair de casa para não se atrasar. Isso faz com que as pessoas estejam preparadas para os seus primeiros dias dentro do trabalho.

 Assim você também evita descer em postos de ônibus equivocados por não conhecer direito os arredores da instituição ou evita os erros de rota quando com um carro.

Se a proximidade do local de trabalho para a sua casa possibilitar fazer o percurso a pé, você certamente encontrará uma maior facilidade de adaptação, e, também, terá menos problemas com as situações imponderáveis, como um trânsito movimentado ou atraso de ônibus.

Mas, ainda assim, caminhar de casa ao trabalho e conhecer a cidade é uma alternativa que pode ajudar muito na adaptação a nova cidade.

Aproveite as oportunidades de sair de casa

Quando já estiver morando no local, o fundamental é fazer com que se acostume, não foi fácil deixar a antiga cidade e tudo o que lá foi construído para trás. Mas, depois da aprovação, você deu um passo importante para a sua vida profissional e pessoal e precisa seguir adiante, deixar as suas inseguranças para trás.

Sim, o segredo para se adaptar a um novo lugar está no tempo que se leva para se acostumar com as coisas que circundam a vivência e a cultura das pessoas no local. E para que isso aconteça é preciso conhecer a cidade melhor, aproveitar toda e qualquer oportunidade possível de sair de casa e se aventurar pelo local.

Por mais que o passado, os amigos deixados na cidade antiga, os familiares, os ambientes que costumava frequentar, as coisas que fazia, fizeram parte de sua vida e o formaram como pessoa, esse é o momento de deixar essas coisas para trás e seguir em frente. Ficar preso dentro de casa não vai fazer com que tenha novos amigos ou se acostume com o lugar.

Para uma adaptação mais rápida, a melhor forma de se interar na cultura da nova cidade é buscando por grupo, por pessoas que tenham algo em comum com você. Nesses locais, além de compartilhar coisas que os interessam, as pessoas também podem acabar criando um laço de amizade.

Existem diversas opções de agrupamentos de pessoas que podem fazer isso por você. Grupos voluntários da cidade, grupos artísticos, políticos, grupos de canto, igrejas no caso de religiosos, etc.

Os seus colegas de trabalho também podem te ajudar em momentos como esse. Se eles forem a um happy hour, vá junto. Se combinarem qualquer reunião, confraternização, vá também. Se você se mudou para essa nova cidade, justamente, por causa do trabalho, essas pessoas são as que conviverão contigo mais tempo durante o dia.

Nunca perca a oportunidade de perguntar para os seus colegas de trabalho quais são os melhores lugares da cidade, independentemente da finalidade que se dê a resposta. Pergunte onde pode comer a melhor pizza da cidade, onde pode comprar roupas de qualidade, o melhor supermercado, etc.

Convide eles para fazer programas com você. Ainda que você não crie uma relação muito duradoura com essas pessoas, é difícil saber o que poderia ter acontecido, quem poderia ter conhecido em um passeio como esse.

E, quando sair de casa, há algo que também pode modificar toda a sua relação com o lugar, tornando a percepção mais facilitada. Toda vez que sair de casa, para fazer qualquer coisa, converse com as pessoas, jogue conversa fora. Essa é a melhor forma de se adaptar, conhecer pessoas novas e a cidade.

Se for a uma loja, converse com o atendente, com a recepcionista de um escritório, com o caixa do supermercado, com o dono da banca de jornal, com o cobrador de ônibus e a pessoas que esperavam o coletivo junto a você no ponto. Conversas nunca são demais. Elas sempre facilitam muito o processo de instalação em um novo local.

Assim, você começa a se sentir mais confortável com os arredores de sua casa e acostuma mais rapidamente com o ambiente.

Conhecer a vizinhança

Esse é outro passo fundamental para as pessoas conseguirem se instalar com mais facilidade em uma nova cidade. Geralmente, conhecer a nova vizinhança é o que acontece primeiro nesse processo, o que é comum já que se espera que tenha uma interação mais rápida com o que está mais próximo de você.

Cada bairro, cada rua, cada vizinhança tem uma característica diferente, tem as suas peculiaridades, portanto, conheça melhor as de sua vizinhança. Saiba onde estão localizados todos os pontos que fazem parte da identidade do local, lugares que vai ver todos os dias, por onde passará rotineiramente.

Existem pontos no entorno de sua casa que caracterizam o lugar, como o barzinho com música ao vivo todas as sextas-feiras, a quadra poliesportiva onde as pessoas praticam esportes pela manhã, a rua em que a feira acontece durante as quartas-feiras, a padaria do português que está no mesmo lugar a mais de 30 anos, etc.

O conhecimento da vizinhança, principalmente, daqueles que estão ao seu redor é fundamental. Pode ser um primeiro passo para estabelecer novos laços na cidade. Conhecer um vizinho que vai convidá-lo para se reunir e beber alguma coisa durante a noite, alguém para pedir açúcar emprestado caso acabe.

Os vizinhos, geralmente, são os principais responsáveis por fazer com que você se adapte a um novo local, pois dão dicas de convívio na cidade, falam dos melhores lugares, ajudam a resolver algum problema decorrente do desconhecimento dos costumes locais.

Conhecer a sua vizinhança melhor te ajudará em diversos aspectos. Será útil porque saberá quais os estabelecimentos mais próximos quando precisar de algo. Além de, também, serem lugares muito adequados para conhecer gente nova.

Faça outras atividades

Começar a praticar outras atividades durante o dia também é uma forma de facilitar a instalação em uma nova cidade. Elas garantem que você possa conhecer novos ambientes, frequentados por pessoas com perfis distintos, além de oferecer outras oportunidades de distração e interação com todos os ares do local.

Atividades extras podem contribuir de diversas formas diferentes com a adaptação em um novo local, desde oferecer a possibilidade de conhecer pessoas novas e se acostumar com o ambiente até as questões voltadas a saúde e como isso pode te ajudar a superar os problemas que podem decorrer da mudança.

Essas atividades, como as caminhadas e corridas logo pela manhã, os passeios de bicicletas pelos parques da cidade, a prática de aulas de ioga em grupo, podem ajudar muito. Elas oferecem para você uma opção para esquecer um pouco as coisas que podem estar te causando estresse.

A própria mudança pode ser um elemento motivador para sentir estresses e outros incômodos e distúrbios emocionais. Essas ações te ajudam a relaxar, levar a cabeça para outro lugar, mesmo que durante pouco tempo, isso é essencial para enfrentar os problemas com eficiência.

Essas são formas de ter contato com pessoas que são totalmente diferentes de você, que não pertencem ao seu ciclo social e também não estão presentes em seu ambiente de trabalho. Essa interação faz com que conheça melhor as pessoas da cidade para que tenha ainda mais conhecimento da história local e de seus moradores.

Investir em atividades extras é uma ótima alternativa para quem está tentando se adaptar a um novo lugar. E isso não se restringe apenas a exercícios físicos. A mudança de hábito positiva pode também existir no momento em que começa a fazer toda e qualquer atividade que o tire da mesmice, como cursos de inglês, clube do livro, clube de xadrez, etc.

Conte com a ajuda de seus antigos amigos e familiares

Embora em primeiro momento possa não parecer que os antigos amigos conseguem te ajudar a acostumar com uma nova cidade, eles conseguem fazer isso por você. A relação com os amigos e familiares que ficaram na antiga cidade faz com que você sinta menos o choque das mudanças ocorridas.

Afinal, sentirá mais a falta dessas pessoas se tentar se afastar delas como se fosse uma espécie de tratamento de choque (em que o afastamento total é feito para que se esqueça da importância que essas pessoas têm em sua vida e assim conseguir se adaptar ao lugar com maior facilidade).

Afastar-se das pessoas importantes na sua vida nunca é algo positivo, muito pelo contrário, pode fazer com que encontre ainda mais dificuldade de superar os problemas iniciais com adaptação, fazendo você se sentir ainda mais sozinho e isolado em uma nova cidade.

O segredo está em não deixar que esses laços se distanciem e saber usar o apoio das pessoas como uma motivação para se adequar a vida na nova cidade.

É fato que você irá visitar a sua antiga cidade algumas vezes para rever os seus familiares e amigos. A nova cidade se transforma em uma pauta para as conversas e papos trocados em uma reunião, em uma mesa de bar, um programa na casa de um dos amigos e ou pessoa da família.

No momento em que estiver compartilhando as suas percepções sobre a nova cidade, você pode também fazer um convite para que essas pessoas o visite, conheçam o local. Chame-os para passar um feriado ou fim de semana em sua casa, isso, certamente, o fará bem, perceber que a mudança possibilitou que se transformasse em um anfitrião.

Os encontros com os amigos são como ritos de passagem que vão ajudar muito na adaptação de uma nova cidade. Pois, o choque com os novos costumes, com as novas práticas diárias, com as novas responsabilidades do dia a dia, não precisa ser traumático. E essas pessoas conseguem te ajudar a atravessar esse momento de maneira mais tranquila.

Portanto, combine visitas com grupos de amigos, planeje datas para voltarem a se ver, para se reencontrar e passar mais tempo juntos.

Quando esse programa ocorrer em sua nova cidade será uma ótima oportunidade de compreender o quanto conhece do lugar. Enquanto leva os amigos e familiares para ter contato com o lugar, estará conhecendo-o melhor também.

Portanto, não deixe as datas importantes para a sua família e seu ciclo de amizade passar em branco. Ligue para essas pessoas, mantenha o contato, um laço forte e combine programas para comemorar e confraternizar sempre que possível. Essa interação faz bem para você.

Além de demonstrar quanta autonomia pessoal decorreu da instalação na nova cidade. 

Organizar a casa

A organização da casa também é um fator fundamental para que as pessoas se sintam mais à vontade em um novo lugar, para fazer com que elas se acostumem mais facilmente. Afinal, por mais que tenha mudado com o objetivo de exercer a função com que tanto se preparou quando prestou concurso público, a sua casa é o seu porto seguro.

A residência é uma espécie de bastidor de espetáculo onde as pessoas podem relaxar depois de tanto atuarem em suas vidas sociais e profissionais. Ali onde você tira os sapatos, senta na poltrona e apoia os pés sobre mesa. É o lugar que vai te proporcionar todas as condições necessárias para relaxar.

Por isso, no momento de organizar a casa, é importante fazer com que ela mantenha o astral e a familiaridade que existia em sua casa antiga. Isso facilitará o processo de adaptação na nova cidade. Colocar objetos e móveis nos lugares e em posicionamentos que costumavam ficar.

Tudo isso faz com que se sinta mais confortável no lugar e afasta aquela sensação de primeiros dias em um lugar, algo novo e totalmente desconhecido.

Esse é elemento importante para fazer com que as pessoas tenham uma instalação tranquila em uma nova cidade.

 

 

Foi aprovado em outro estado? Veja um guia para se instalar na nova cidade
Avalie esta postagem

Sobre Concurseiro Paulista

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval.Sou um dos responsáveis pelo site Concurseiro Paulista que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.